Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

Dom | 23.11.14

Restaurantes para tesos - Restaurante Portaló

Paula Ribeiro Santos

Hoje em dia mais do que nunca um restaurante baratinho e com boa comida é sempre bem-vindo à nossa lista de locais a frequentar. Seja para um jantar entre amigos ou um simples almoço de fim-de-semana quanto mais económico melhor!


Como sempre que queremos almoçar/jantar fora nunca nos lembramos onde ir, decidi fazer uma lista desses lugares, assim fica mais fácil quando a memória falhar.


 


Restaurante Restaurante Churrasqueira Portaló


Restaurante tipo churrasqueira, serviço rápido e simpático. Ambiente simples!


Grande vantagem: servem até tarde ao almoço e não fazem cara feia quando perguntamos: "ainda servem???" (o que para nós é excelente, ainda hoje chegamos já passavam das 14.30min.).


Nunca experimentámos outro prato para além do frango do churrasco, arroz branco e batata frita. Por falar em batata frita, é a batata frita mais estaladiça e saborosa que já comi até hoje! Adoro!


Muito próximo do Farol de Leça, sempre que lá vamos almoçar damos um saltinho à praia para passear e tomar café.


 


Preço médio: 15,00€ (2 pax)


(1 Frango, batata, arroz, dois cafés e uma garrafa de vinho da Lixa)


 


Morada:


Rua Nova Icas 57
4450-749, Leça da Palmeira Matosinhos

Qui | 20.11.14

A dor que me esmaga o peito

Paula Ribeiro Santos

Eu não quero voltar ao mesmo!


Eu não quero voltar a sofrer!


Eu não quero voltar ao inicio!


 


Apesar dos meus desejos, apesar de todas as minhas preces, apesar de toda a minha esperança, nada está a acontecer como nós planeamos.


Sinto-me a morrer dia após dia.


Sinto que já não sou eu.


Existem dias em que olho para o espelho e simplesmente não me reconheço.


Tento não sucumbir aos meus pensamentos, tento agarrar-me ás coisas boas, mas de facto o meu peito dói de uma forma dilacerante.


Sinto-me perdida, sem saber que caminho percorrer...


Sinto-me sozinha apesar de estar no seio de tanta gente que me ama e me quer bem.


 Doí-me a alma. Gostava de poder chorar desesperadamente, descabelar-me, perder o juízo.... mas não posso! Não consigo!


Sinto-me uma bomba relógio pronta a explodir a qualquer momento.


Queria revoltar-me, gritar, espernear, partir tudo, queria conseguir por cá para fora tudo o que sinto... mas não posso! Não consigo!


Ontem foi mais um dia difícil... hoje talvez seja novamente!


Esta dor é minha e só minha... ninguém a vai entender ou sentir como eu sinto.


Neste momento queria apenas voltar a casa, encontrar o silencio, encolher-me, fechar-me  na minha concha e sair de lá apenas quando o A. chegar de viagem.

Seg | 17.11.14

10 things to do before I die (5°)

Paula Ribeiro Santos

nature-landscape-beach-clouds-island-sea-rock-lime

 

6° Conhecer a Indonésia, Cambodja e Machu Picchu

Porque viajar aquece-me o coração e anima a minha alma. 

A vida para mim só faz sentido... viajando!

Sem horários, sem responsabilidades, com um mapa na mão e ténis confortáveis.

O tempo passa e as oportunidades vão escasseando, contudo o sonho mantém-se.

 

 

Dom | 16.11.14

A minha cabeça não pára!

Paula Ribeiro Santos

Desesperada será a designação mais correcta a usar.


Sinto que o sonho pode estar a ser arrasado a qualquer segundo.


Estes dois últimos anos têm sido de um sofrimento enorme para mim.


Estes dois últimos anos foram a correr atrás do sonho de ser mãe. Eu sabia que não ia ser fácil, contudo nunca pensei que fosse sofrer tanto. Sinto que nunca serei uma mulher completa e feliz se não for mãe. Tenho tanto carinho, afeto e atenção para dar, o meu coração chega a doer de tanto amor.


Penso e repenso, faço questões para as quais sinto que nunca vou ter resposta. Não compreendo o porquê de existirem tantas mães que não o querem ser, mães que mal-tratam, que abusam, que descuidam... Por outro lado, há tanta mulher que tem tanto amor para dar, deseja tanto e não consegue...


Para quem está numa situação como a minha, dois anos é muito tempo! Sinto que envelheci, sinto que a minha vida estagnou, tudo deixou de fazer sentido tal como fazia.


Volto a pedir ajuda aos céus...volto a esperar pelo milagre e volto a chorar...


Sinto que tenho uma ferida aberta no peito.

Seg | 10.11.14

Finalmente férias

Paula Ribeiro Santos

Só agora, domingo às 1.10min da manhã é que me apercebi que... Estou de férias!


Inacreditável!


Esperei tanto tempo por estas férias que me chega a ser dificil acreditar que é verdade! Depois destas semanas horrorosas cheias de trabalho, de pressão e falta de sensibilidade, eis que chega o merecido descanso da guerreira.


Esta semana vai ser muito importante, prevejo que será preenchida de emoções.


Amanhã temos a consulta que tanto desejamos e no final da semana vamos finalmente tirar dois para ir ver neve! Sim, vamos finalmalmente  voltar à Serra da Estrela! ADORO, que saudades! ♥


ferias.jpg


 


 

Pág. 1/2