Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

Qui | 20.11.14

A dor que me esmaga o peito

Paula Ribeiro Santos

Eu não quero voltar ao mesmo!


Eu não quero voltar a sofrer!


Eu não quero voltar ao inicio!


 


Apesar dos meus desejos, apesar de todas as minhas preces, apesar de toda a minha esperança, nada está a acontecer como nós planeamos.


Sinto-me a morrer dia após dia.


Sinto que já não sou eu.


Existem dias em que olho para o espelho e simplesmente não me reconheço.


Tento não sucumbir aos meus pensamentos, tento agarrar-me ás coisas boas, mas de facto o meu peito dói de uma forma dilacerante.


Sinto-me perdida, sem saber que caminho percorrer...


Sinto-me sozinha apesar de estar no seio de tanta gente que me ama e me quer bem.


 Doí-me a alma. Gostava de poder chorar desesperadamente, descabelar-me, perder o juízo.... mas não posso! Não consigo!


Sinto-me uma bomba relógio pronta a explodir a qualquer momento.


Queria revoltar-me, gritar, espernear, partir tudo, queria conseguir por cá para fora tudo o que sinto... mas não posso! Não consigo!


Ontem foi mais um dia difícil... hoje talvez seja novamente!


Esta dor é minha e só minha... ninguém a vai entender ou sentir como eu sinto.


Neste momento queria apenas voltar a casa, encontrar o silencio, encolher-me, fechar-me  na minha concha e sair de lá apenas quando o A. chegar de viagem.