Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

Seg | 29.12.14

I feel like a horrible person

Paula Ribeiro Santos

Mais uma semana de trabalho... e que semana!

Depois de um Natal tranquilo, depois de saber que vou ser tia e depois de um fim-de-semana tão delicioso, como é possível toda esta agressividade psicológica logo pela manhã?

Só de olhar para a minha ordem de trabalhos, fico roxa!

Parece que nada vem para ajudar... queria manter a minha cabeça em paz tal como esteve estes dois dias.

Atualmente estou numa dualidade de sentimentos que me chegam a envergonhar.

Sinto-me tão deprimida. Eu que nunca liguei a chocolates, só tenho vontade de me afogar neles.

Começo a duvidar da minha integridade psíquica e da minha índole.

Sinto-me a morrer de inveja! A inveja é o sentimento mais feio que se pode ter. Logo eu que detesto e critico tanto a inveja...

Que tristeza tão grande!

Às vezes dou por mim a interrogar-me sobre o porquê das coisas.

Só queria um abraço apertado... e desaparecer.

Será possível?

Desejo tanto estar em paz e que ninguém se meta na minha vida ou no meu caminho.

Eu não devo nada a ninguém a não ser aos meus pais e ao meu namorado, então porque é que me cobram?

Porque é que estou rodeada de pessoas sem noção, egoístas e no final de contas, eu é que tenho que me preocupar em manter uma boa imagem perante eles?

Porque é que não tenho o direito de descer do salto, perder as estribeiras, chorar ou estar profundamente triste?

Porque é que tenho que andar sempre de sorriso na cara como se fosse a pessoa mais feliz do mundo?

Porque é que tenho que mentir só para que os outros não se sintam importunados com a minha infelicidade e com o meu problema?

Não, ninguém tem que chorar por mim, ninguém tem que deixar de ser feliz, ninguém tem que deixar de festejar as boas novas porque eu tenho o meu coração de luto... mas há que haver um mínimo respeito e delicadeza.

 

 

 

Estou triste...Estou tão triste!