Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

Qua | 21.01.15

Desabafos mudos

Paula Ribeiro Santos

Para o A. com todo o amor que lhe tenho:

 

Que saudades tenho de ti meu amor!

Sabes o que é mais ridículo?

Estamos juntos todos os dias e as saudades são continuamente mais do que muitas.

Pensei... pensei... pensei e descobri o porquê desta saudade constante. O tempo que estamos juntos não esta a ser valorizado por mim, o meu cérebro não pára de pensar no porquê desta nossa estrada ser um caminho tão tumultuoso.

Recordaste que quando começamos a namorar, te escrevi uma carta em que dizia que ao teu lado quero sempre mais e mais?

O problema é mesmo esse, sou exigente, nunca estou satisfeita com nada, quero sempre mais e a vida tem-nos negado o que mais desejamos.

Desculpa não ser a mulher perfeita que procuravas.

Desculpa não ser tão forte como tu.

Desculpa-me quando desabo.

Desculpa-me quando roo a corda e deixo me cair.

Somos felizes eu sei, mas eu queria mais, muito mais!

Quem me dera que fosses tu o culpado da minha tristeza, angustia, desespero, loucura.... Quem me dera poder apontar-te o dedo... Seria tudo muito mais fácil se pudesse culpar alguém!

Dói muito... Dói a cada dia que passa, a cada semana, a cada mês.

Sei que não me compreendes... eu sei que tentas... eu sei! Também sofres e a tua maneira, lidas com a dor mas de forma mais reservada.

Juro que tenho feito um esforço grande para não sucumbir e não te mostrar que estou a morrer de dor...

Tu és perfeito meu amor. Obrigada por existires. Obrigada por todos os momentos felizes e sobretudo amares-me dessa forma incondicional.

Jura-me que vamos ultrapassar todas as montanhas juntos e juntos iremos também viver todos os segundos de felicidade que nos restarem.

 

Amo-te

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Qua | 21.01.15

Hoje adormeci!

Paula Ribeiro Santos

Hoje adormeci!


Sim, adormeci redondamente!


Acordei às 8.50min quando deveria estar no escritório as 9h.


Despertei sem o telemóvel tocar, acordei apenas porque sim e com aquela sensação de que estava a dormir confortavelmente à muitas horas.... quando olhei para o relógio incrivelmente não saltei da cama! A minha reacção foi instintiva, enviei sms ao meu chefe apenas a informar que tinha adormecido e que iria trabalhar mais tarde!


Sim, apenas informei!


E sim... logo de seguida bateu-me uma sensação de "burrice" na qual pensei: "Bolas, poderia ter dito simplesmente... hoje não vou trabalhar!"


Isto é muito mau não é? Mas infelizmente é o que acontece quando se esta farta. Quando se chega ao ponto de não os importar-mos com aquilo que o nosso chefe vai pensar é muito grave.


No meu caso quer disser que estou tão mas tão desmotivada que nem vontade tenho de me levantar para ir trabalhar.


A muito custo lá soltei as "amarras" e fui para o banho...