Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

Seg | 31.08.15

Cuidar da alma...

Paula Ribeiro Santos

5-coisas-boas-que-as-pessoas-dificilmente-acredita

 

 

Pessoas toxicas…. LONGE!

E quem são as pessoas toxicas de quem falo?

Bem, são de vários tipos e brotam por ai como cogumelos, têm apenas como único objetivo… sugar as energias as pessoas de bem com a vida!

 

Podemos então enumerar as seguintes categorias de pessoas toxicas:

Os pessimistas:

Vivem mergulhadas numa profunda tristeza, veem solidão e perigo em todos os cantos.

 

Os mártires:

Pessoas inseguras que pedem desculpa a cada frase que soltam e que acham que estão sempre a incomodar. Parece que carregam o peso do Mundo às costas.

 

Os derrotistas:

Aqueles que veem a vida a preto e branco e NUNCA mas NUNCA se veem a vencer no que quer que seja.

 

Os invejosos:

Invejam seja o que for do “outro”. Vivem a vidas dos outros em vez de se preocuparam em ser feliz sem olhar para a felicidade alheia. Olham-nos de esguia, observam cada movimento nosso, criticam-nos em silencio e depois em publico. Desdenham das pessoas de bem com a vida.

 

Os carentes:

Pessoas que apenas sabem viver sendo o centro das atenções, passam por cima de tudo e todos de forma a nunca sair do foco.

Esta gente encontra-se ao virar da esquina, disfarçam-se de cordeiros mas na realidade são lobos perigosos e… ou pões te a pau ou corres o risco de ver todas as tuas energias sugadinhas!

 

Infelizmente não podemos erradica-los, porém podemos evita-los.

Eu falo por mim… Sim… tenho momentos de altos e baixos… Sim, como toda gente tenho problemas, mas com o passar dos anos e com o acumular de vivencias aprendi que a vida são dois dias, um dia estás em baixo e no outro já estas bem melhor.

A vida é bela de mais para não ser vivida ou perder tempo com mesquinhices…

Em relação a estas pessoas… por via das duvidas e de forma a não ser contagiado, o melhor é mesmo manter uma grande distancia de segurança!