Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

Qui | 31.03.16

Frase do dia...♥

Paula Ribeiro Santos

Já lá foram os dias em que todos os outros estavam em primeiro lugar ou eram melhor do que eu!

Hoje, depois de muitos anos e de muita porradinha no lombo sei que...

NÓS próprios acima de tudo. Não devemos descurar do próximo... mas um pouco de "egoísmo" nunca fez mal a ninguém!

 

76d527359c88d23f309ebef1642e7ac4.jpg

 

 

 

 

 

Qua | 30.03.16

Páscoas assim??? Venham mais pf. ♥ (Com fotos)

Paula Ribeiro Santos

Por um lado sinto-me revigorada, por outro nostálgica!

Este foi um dos fins-de-semana mais tranquilos e deliciosos que já tive até hoje.

Tudo sem qualquer excepção, correu maravilhosamente bem.

Muito carinho, mimo, atenção, risadas e passeio!

Habituava-me a esta vida com facilidade… mas, e quem não se habituaria?

Sábado foi dia de levantar cedo… Como prevíamos, choveu bastante e o nevoeiro era mais do que muito na autoestrada…. Optamos por fazer uma viagem tranquila e devagar para evitar sustos, afinal tínhamos tempo, muito tempo…

Chegamos a Folgosinho por volta das 12h.

 

IMG_7857.JPG

IMG_7858.JPG

 

IMG_7888.JPG

 

Muito frio, chuva e uma fila enorme no Albertino…(ah… ah… tranquilo, reservamos mesa).

Depois de um almoço à Albertino, daqueles que comes, comes, comes e depois só te queres é esticar, lá fomos nós com rumo à torre. Desta vez a viagem fez-se bem, sem problemas e sem neve em exagero, chegamos lá cima em hora e meia e na nossa perspectiva muito a tempo de fazer umas brincadeiras na neve (este ano até levamos uma câmara de ar) porém o vendaval era tanto que praticamente fomos expulsos de lá. (Segundo o A., estava com medo que eu fosse levada pelo vento então preferiu não ir brincar para a neve).

IMG_7907.JPG

 

IMG_7905.JPG

 

Mais uma vez… devagar e com muitas paragens para fotos, lá chegamos à nossa estadia.

Uma moradia moderna, transformada em turismo de habitação (mas disso falarei mais a frente num outro post) que me ofereceu uma noite de sono maravilhosa.

IMG_20160329_101249.jpg

IMG_20160329_100847.jpg

IMG_20160329_100238.jpgIMG_20160329_101433.jpg

 

IMG_20160329_100334.jpg

 

IMG_20160329_101548.jpg

 

IMG_20160329_102018.jpg

 

 

Domingo, acordamos com um solinho maravilhoso e com uma vista fantástica sobre a Serra (claramente ficamos com o melhor quarto, obrigada D. Esmeralda)

IMG_20160327_115144.jpg

 

IMG_7909.JPG

IMG_7917.JPG

IMG_7941.JPG

 

Optamos por começar o dia cedinho ir devagar e apreciar a paisagem…

 

IMG_7961.JPG

 

IMG_7963.JPG

IMG_7974.JPG

IMG_7977.JPG

Uma das paragens foi em Barriosa, uma aldeia perdida no meio da Serra da Estrela, onde vivem cerca de 100 habitantes e onde existe um restaurante que não experimentamos, mas soubemos entretanto que é muito interessante “O Guarda Rios”. Aqui aproveitamos para tirar mais algumas fotos pois a paisagem assim o convidava. Com varias pequenas cachoeiras, acreditamos que no verão seja um ponto de paragem de excelência.

IMG_7997.JPG

IMG_8002.JPG

IMG_8014.JPG

IMG_8018.JPG

 

 

Paragem seguinte: Aldeia de Piodão!

Bem…. Fiquei apaixonada…

Confesso que estamos a ponderar ver preços e comprar lá uma casinha… Hum que sonho! Acreditem… seria tão feliz ali! Tudo é lindo… Ok, Ok, é no meio do nada… mas a paisagem é de cortar a respiração e vantagem: o turismo esta por explorar! Adorei!

IMG_8027.JPG

 

IMG_8031.JPG

 

IMG_8036.JPG

 

IMG_8039.JPG

IMG_20160328_105457.jpg

 

 

Mais uns quantos quilómetros de estrada e curva contra curva… já eram umas 15.30m, o tempo passou e nem demos por isso, a fome começou a apertar e decidimos procurar um restaurante para comer e descansar.

Feliz coincidencia… ao olhar para um toldo de beira de estrada… sem nada de especial ou motivo para acreditar que aquele sitio seria interessante, fomos agraciados com um restaurante acolhedor, pessoal simpático e comida com sabor a forno a lenha!

Hum!!! 5 estrelas! ♥

 

Conclusão… Que venham mais páscoas destas que nós gostamos e agradecemos.

Ter | 29.03.16

Bolo de Cenoura ♥ Cobertura Chocolate

Paula Ribeiro Santos

InstaCollage_1459241364000.jpg

 

 

Ingredientes para o Bolo

300 g de cenoura

300 g de açúcar

4 ovos

120 ml de óleo

200 g de farinha

1 colher de chá de fermento em pó

Manteiga para untar

Farinha para polvilhar

 

Ingredientes para a cobertura

1 Lata de leite condensado

100 ml leite

4 colheres de sopa de chocolate em pó

1 colher de sopa de manteiga

 

Preparação Bolo:

Colocar o açúcar no copo e pulveriza-lo, programando 30 segundos na velocidade 9.

Ao açúcar juntar a cenoura descascada e cortada em pedaços durante 20 segundos na velocidade 6.

No final com a espátula, baixar toda a cenoura colada na parede do copo. Inserir o misturador e adicionar os ovos (inteiros), programar 5 minutos à velocidade 4.

Acrescentar o óleo a farinha e o fermento e mexer durante 20 segundos na velocidade 4.

Untar a forma com manteiga (usei vaqueiro liquida) e polvilhar com farinha.

Verter a massa e levar ao forno pré-aquecido durante cerca de 45min a 180º/200º.

 

Preparação Cobertura:

Colocar todos os ingredientes numa panela pequena anti-aderente, lume brando ir mexendo sem parar até engrossar.

 

Decoração do Bolo:

Deixar o bolo e o chocolate arrefecer completamente.

Com um salazar aplicar gentilmente a cobertura por todo o bolo.

O restante processo vai de acordo com a imaginação de cada um... no meu caso:

Para o tamanho de forma que usei, precisei de 6 caixas de 4 barritas de Kinder e uma saqueta de Maltesers. Polvilhei com pepitas de chocolate. À volta coloquei um laço de cetim e um alfinete comprido de pérola.

 

Espero que a aniversariante e os convidados gostem, foi feito com todo o amor e carinho...

 

Quanto a vós... espero que também gostem e que a receita seja útil!

 

 

Seg | 28.03.16

Tudo no devido lugar ♥

Paula Ribeiro Santos

Que maravilha, começo a semana bem!

Hoje optei por trocar de horário por questões de logística lá de casa e por conseguinte a minha hora de almoço também mudou, acabei por ir almoçar sozinha e por isso decidi meter-me no carro ir ao McDonalds.

Ora bem…

Não é que me soube pela vida?

Não, não estou a falar do McFish, estou mesmo a falar do facto de almoçar sozinha, sem ninguém com piadas secas ou com gritinhos histéricos que me perfuram o cérebro, sem merdices e gajas a falar todas ao mesmo tempo.

Acreditem… foi um almoço tão feliz! Comi na minha calma e ainda tive tempo para ler algumas paginas do meu novo livro do Paulo Coelho…

Acho que vou fazer isto mais vezes... preciso de paz na minha cabeça e este momento foi priceless.

InstaCollage_1459167891000.jpg

 

Seg | 28.03.16

Restaurantes para Tesos - 16,00€? Brutal!!! O Albertino ♥

Paula Ribeiro Santos

Restaurante típico em plena Serra da Estrela, mais precisamente na aldeia de Folgosinho. Aldeia lindíssima e com paisagens de cortar a respiração.

A entrada do restaurante adivinhamos um tasco sem qualquer interesse de maior, porem ao subir e entrar numa das várias salas de refeição a opinião muda e a expectativa aumenta.

O menu que escolhemos e que é a sugestão da casa é o menu 5 pratos que inclui: entradas, 5 pratos, trilogia de sobremesa, vinho, café e digestivo! O preço... 16,00€

Como entradas servem produtos tradicionais portugueses, azeitona, presunto, alheira, chouriço... Os pratos são cabidela de coelho (que não provei porque não gosto) feijoada de javali que estava maravilhosa, borrego assado no forno considerado a um nível muito bom. Cabito assado à moda do Albertino e vitela à moda de folgosinho... divinal!

As sobremesas como já estávamos em ponto "salvem-me que não aguento mais" foram apenas leite creme queimado e requeijão com compota de abobora de comer e chorar por mais!

Sem dúvida a repetir e a aconselhar à família e amigos...

 

 

2247111.jpg

 

IMG_20160328_110857.jpg

IMG_20160328_110932.jpg

IMG_20160328_111047.jpg

IMG_20160328_111217.jpg

IMG_20160328_111824.jpg

IMG_20160328_111956.jpg

IMG_20160328_112035.jpg

IMG_20160328_112118.jpg

 

 

Seg | 28.03.16

Restaurante Lagar do Alva, em Côja ♥

Paula Ribeiro Santos

O Lagar do Alva, em Côja, é um restaurante que reaproveitou as instalações de um antigo lagar de azeite.

Desde já e antes de mais… salientar que nos serviram fora de horas (aliás muito fora de horas eram cerca de 15.30min) e mesmo assim fomos tratados com toda a atenção e debruce como se fossem 12h.

Na sala principal somos brindados com uma linda lareira que aquece o espaço nos dias mais frios e torna o lugar ainda mais acolhedor. Neste mesmo espaço podemos também admirar a gigante pensa de madeira com a qual era confecionado o azeite assim como o lagar principal.

Restaurante à média luz (coisa que adoro), serviço muito atencioso e simpático. Preços medianos e lista de entradas deliciosas. Requeijão caseiro, compota de abobora e canela, presunto, melão, queijo da serra, broa fresca…Os pratos na mesma linhagem tradicional e regional aproveitando o que de melhor temos na produção nacional. A nossa opção foi Polvo à Lagareiro, uma dose chega perfeitamente para dois, vem serviço com a tradicional batata a muro, grelos salteados e migas.

Todos os pratos vem servidos em prato de barro o que lhe oferece um ar rustico e claramente são confecionados a forno a lenha.

No exterior podemos ainda contar com uma agradável explanada sobre o rio Alva que convida a um café e “duas de letra”.

 

Morada: Rua dos Bombeiros Voluntários (EN 344)

Localidade: Coja, Arganil

Tel: 235721640

 

IMG_20160328_084600.jpg

 

IMG_20160328_084755.jpg

 

IMG_20160328_084935.jpg

 

IMG_20160328_085058.jpg

 

IMG_20160328_085431.jpg

 

Qui | 24.03.16

Frase do dia...♥

Paula Ribeiro Santos

De facto e sem sombra para duvidas.

Como Paulo Coelho dizia no livro Alquimista... "Quando queremos muito alguma coisa, o universo conspira para que possamos realiza-la"

Tal e qual tanto uma frase como a outra vão de encontro ao mesmo...

Positivar, positivar mesmo nos momentos menos bons... e quando te levantares serás um pouco mais forte!

 

2abbd0e0e28889b143867773bb6fb214.jpg

 

 

Qui | 24.03.16

Uma carta para ti D.♥

Paula Ribeiro Santos

Minha queria D.

 

Havia tanto para dizer mas as palavras escasseiam.

Ontem fui para casa lavada em lágrimas.

Cheguei, estacionei e fiquei no carro uns bons 30 minutos a pensar em ti e na pessoa de grande valor que és. Pessoas como tu existem poucas e eu sinto-me uma privilegiada por te ter conhecido, posso dizer que foste uma das mais felizes coincidências que a vida me ofereceu e por isso sinto-me grata, tão grata!

És de facto das melhores pessoas com quem já me cruzei, esse coração puro e a amizade gratuita faz de ti uma pessoa única e especial.

Muito obrigada por tudo o que me deste e ensinaste, a amizade, o carinho, a preocupação, profissionalismo, a atenção, a disponibilidade, a descrição, a tranquilidade… se já não era fácil, daqui para a frente vai ser bem mais difícil sem ti!

Adoro-te meu amor.

Que a vida te traga momentos tão maravilhosos como tu e que encontres nesta nova fase, uma estrada carregada de sucessos.

(Já estou a chorar novamente)

Fazes-me falta querida… fazes-me falta….

Aceita um beijo e um abraço apertado… (mas de força e determinação, não de despedida, não aceito despedir-me de ti)

 

Assim que esteja bom tempo, vamos almoçar ao Sousa e trazes o N. porque quero conhece-lo! (pago eu!)

 

Adoro-te pincesa!

 

 

PS. Obrigada pela caneta e pelo gancho!

Pág. 1/4