Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

Sex | 22.09.17

Já fez um ano!

Paula Ribeiro Santos

IMG_8999.jpg

 

Faz hoje precisamente um ano e um mês que nos mudamos temporariamente a trabalho para Lisboa.

Inicialmente uma decisão difícil mas emocionante, procura de casa contra o tempo. Muitos planos, muita ansiedade, muita esperança de que fosse uma experiência maravilhosa.

E sim... sem sombra de dúvida, das melhores experiências até hoje.

Inicialmente muito doloroso, lembro-me como se fosse hoje que no primeiro fim-de-semana no Porto, ao regressar chorei bastante. Chorei por saudades de Casa, por saudades da Família, dos Amigos e apesar de estar apenas a 300kms e 3 horas de carro, parecia que estava do outro lado do mundo.

Também foi muito difícil a adaptação ao trabalho em casa. O silencio, aquele que sempre amei, passou a ser um inimigo. Cheguei ao ponto de ligar a TV na sala e música no PC para poder sentir que estava acompanhada, entretanto, passei a trabalhar em frente a TV.

Harmonizar-me com os residentes de Lisboa também não foi fácil, talvez por estar a morar numa zona elitista, achei que as pessoas não eram tão afáveis quanto achava que seriam e ai sim... senti-me desmotivar.

O tempo foi passando, a saudade da família e amigos foi apaziguada, porém a vontade de regressar era mais do que muita, principalmente porque não me adaptei de forma alguma ao trabalho solitário.

Passava imenso tempo no blog, em pesquisas na Internet, a telefonar para casa e amigos próximos, fiz de tudo para matar aquele desconforto dentro de mim.

A casa era confortável, ao final da tarde, todos os dias tomava longos banhos de água muito quente, ouvia música e tentava organizar a minha cabeça. Cheguei a pensar em desistir e voltar ao Porto, mas não podia, tinha prometido a mim mesma e ao T. que o acompanharia até ao fim e assim foi.

Os dias foram correndo uns atrás dos outros e cheguei ao ponto em que me sentia feliz, confortável e de certo modo a tomar aquela cidade como minha também. Muitas experiências, passeios e visitas felizes aconteceram. Comecei a ambientar-me com a zona a conhecer os sítios e a ter oportunidade de me sentir bem e aconchegada.

A minha perspetiva geral sobre os Lisboetas mudou o que me deixou feliz... talvez até ali não estivesse a frequentar os sítios corretos, talvez apenas estivesse a conviver com aqueles que fazem de Lisboa a sua casa mas na realidade sã de outras zonas. Quando comecei a frequentar Bairros como o de Alfama, senti-me feliz, de coração cheio e completamente rendida à sua beleza tão peculiar.

Corrijo o que disse inicialmente...

Lisboa foi para mim, a minha melhor experiência de vida.

Na realidade, em todos os sentidos fui feliz. Aprendi muito, sobretudo a controlar a minha ansiedade e o medo da solidão. Mas mais e melhor do que tudo... foi em Lisboa que fizemos o nosso bebé.

Hoje, olho para trás e sinto uma saudade imensa. Hoje olho para trás e sinto uma nostalgia avassaladora invadir-me o peito e penso: "Voltaria a fazer tudo de novo".

Hoje, amo mais Lisboa do que há um ano atrás. ♥

 

 

2 comentários

Comentar post