Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Branco às Riscas

Um blog normal sem nada de especial de uma sonhadora inconformada.

27.05.19

Continuamos a ter um papel redutor na familia e na sociedade

Paula Ribeiro Santos
Ser mulher, mãe, filha, trabalhadora, dona de casa… é difícil. Grande parte de nós desempenha mais do que um destes papeis ao mesmo tempo,  raras são as mulheres que são “apenas” mãe, “apenas” trabalhadora, “apenas” filha… e os homens (grande parte deles), são apenas isso… homens, homens que têm como única responsabilidade trazer o sustento para casa e fazer com que nada falte à família.  À mulher cabem todas as responsabilidades domésticas que se (...)
10.05.19

A vida ensina-nos

Paula Ribeiro Santos
Se estivermos atentos, a vida ensina-nos… Ensina-nos a ser humilde, ensina-nos a desvalorizar aquilo que não é significante, ensina-nos a arrepender-mo-nos e a pedir desculpa, ensina-nos a não julgar, ensina-nos a estar calado quando é preciso e a falar no momento certo. A vida ensina-nos a perdoar, ensina-nos a seguir em frente, ensina-nos a filtrar… O que é necessário é estar de coração e mente disponível para aceitar todos estes ensinamentos e dar tempo ao tempo.
01.05.19

Maio

Paula Ribeiro Santos
Maio...  Que Maio seja um mês de viragem, um mês de muitas alegrias e de festa. Maio, mês de aniversário do meu pai, mês em que se festeja o dia da mãe, mês em que renovanos votos... Maio é definitivamente um mês muito especial! Maio, que sejas bem-vindo!
24.04.19

Pensamento do dia

Paula Ribeiro Santos
Porque às vezes precisamos de um incentivo, porque às vezes as coisas não vão bem mas precisamos de encontrar motivação em algum lugar.   Ler uma frase motivacional por dia, não sabe o bem que lhe fazia.   “Nem sempre é fácil manter a motivação, principalmente se aquilo que tanto desejamos demora em chegar. Mas é importante nunca desistir. Concentre-se menos no sucesso que deseja e mais no trabalho, e verá que acabará por conseguir o que tanto almeja. Trabalhe duro (...)
23.04.19

Pessoas que confundem cordialidade com graxa

Paula Ribeiro Santos
Uma coisa é seres profissional e cordial no teu local de emprego, outra coisa é seres falso e ou graxista. Infelizmente quem não conhece o verdadeiro significado da palavra profissionalismo não sabe fazer a distinção entre estes dois tipo de postura no emprego.   Dentro da empresa se tiver que falar, falo! Se tiver que sorrir, sorrio! Fora da empresa, se não gosto da pessoa (com motivos) não faço fretes, não procuro temas de conversa, não procuro o convívio, afasto-me.   (...)
18.04.19

Ontem fui agradavelmente surpreendida

Paula Ribeiro Santos
Ontem ao final do dia fui à casa nova para acompanhar o andamento das obras, no final, lembrei-me que me faltava um ingrediente para o jantar, então decidi ir ao Pingo Doce mais próximo para o conhecer e ver o “ambiente”. Basicamente… aquilo é espetacular! Um espaço enorme, bem organizado, arejado, muita variedade, parafarmácia, loja de roupa, loja de eletrométricos, cabeleireiro, café, tabacaria e ainda uma loja de consumíveis informáticos! Ah pois é… Tudo ali e (...)
16.04.19

Lágrimas por Notre-Dame

Paula Ribeiro Santos
Imagem retirada daqui     Notre-Dame, local onde já fui imensamente feliz, majestosamente ladeada pelas margens do Rio Sena, palco dos mais belos filmes de sempre, mistificado por uma aura romântica imensurável. Depois de ontem… a nostalgia e uma saudade imensa. Sensação de grande comoção que apesar de parecer ridícula é (...)
11.04.19

Sobre as amizades

Paula Ribeiro Santos
Há momentos do passado que nos marcam para sempre, amizades que por muitos anos que passem vão sempre permanecer no nosso coração… Alguns amigos partem fisicamente, outros vão se mantendo à distancia mas sabemos que estão “lá”! Quando há relações que por algum motivo foram tumultuosas as mágoas acabam por ser dissecadas pelo tempo e a única coisa que fica são as recordações boas. Viver no passado nunca fez bem a ninguém! (aprendi isso com a vida!)
09.04.19

O que não tem solução, solucionado está!

Paula Ribeiro Santos
O ano de 2018 foi um ano de aprendizagem, o ano de engolir sapos atrás de sapos e de repensar a minha postura perante a vida. Se aprendi alguma coisa? Sim, aprendi muito. Aprendi a ignorar quem e o que não interessa, aprendi a forcar-me naquilo que realmente é importante na vida, aprendi a dar mais valor àqueles que são os amigos de sempre e para sempre. Parece cliché? Talvez, mas é a mais pura das verdades! Ser grato por aquilo que temos, mais do que nos focarmos naquilo que (...)
02.04.19

A inspiração vs falta de oportunidade

Paula Ribeiro Santos
Incrível como a inspiração surge nos momentos mais inóspitos. Quando quero escrever ou quando sinto necessidade de escrever, as palavras certas não surgem ou a vontade debate-se com a preguiça. Por outro lado, os verdadeiros rasgos de inspiração surgem naqueles momentos em que não há onde escrever, nos momentos em eu não se consegue pegar no telemóvel e gravar um áudio ou então quando estamos a trabalhar. Para uma pessoa como eu não faltam motivos para escrever, o (...)